Como Prevenir o Surgimento de Cáries

• Deve-se eliminar ao máximo a placa bacteriana, o que se faz por uma escovação com pequenos movimentos giratórios no sentido das gengivas para o dente, e que alcança todas as suas faces. A limpeza termina com um movimento de vai-e-vem sobre a face de mastigação dos molares.

• A escovação deve ser feita após cada refeição. A escova deve ser macia e de cabeça pequena para alcançar regiões de difícil acesso. Ademais, ela deve ser flexível e com fibras sintéticas.

• Completa-se o trabalho de limpeza com a utilização de fio dental ou jato dentário, que permite uma limpeza eficaz nos sulcos interdentários.

• Poderá ser feito também o controle químico da placa bacteriana sob a orientação adequada de um profissional

• Também deve-se evitar ao máximo os alimentos açucarados, uma vez que permitem a fabricação de ácidos por parte das bactérias.

• O reforço do esmalte torna o dente mais resistente às cáries. Para isso utiliza-se o flúor. Na criança ate 12 anos, o aporte de flúor é feito através de comprimidos, com dose prescrita pelo dentista, caso não haja fluoretação da água tratada da região. No adolescente e no adulto, o provimento é feito por via externa com o uso de pastas fluoretadas, aplicação tópica no gabinete dentário, ou bochechos com soluções de flúor prescristos pelo profissional, com a concentração adequada.

Há outra técnica que permite a prevenção das cáries ao nível dos sulcos dentários, sobretudo dos molares. Trata-se do “selamento” dos sulcos que o dentista realiza. Aplica-se um produto que ocupa o fundo dos sulcos e impede o alojamento da placa.

Fonte: Revista Vida é Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *